Ao preencher um formulário de emprego ou solicitar o seguro-desemprego, você pode ser questionado sobre seu histórico de empregos. Esta é uma lista de todos os empregos que você teve, incluindo as empresas para as quais trabalhou, cargos e datas de emprego.

Em alguns casos, o gerente de contratação pode estar interessado apenas em onde você trabalhou nos últimos anos. Em outros, a empresa pode querer um longo histórico de empregos que remonta a muitos anos.

Se você trabalha há muito tempo, pode parecer uma tarefa difícil, mas é algo que você pode recriar sozinho, mesmo que não se lembre exatamente quando trabalhou em cada um dos empregos. Depois de confirmar os detalhes, você pode acompanhar as posições subsequentes no futuro, de modo que será mais fácil fornecer as informações aos possíveis empregadores. Principalmente quando todos os trabalhos foram de carteira assinada, é tudo muito fácil de identificar.

Quando você precisa ver seu tempo de serviço?

Pode ser difícil, especialmente se você teve muitos empregos, manter o controle de seu histórico pessoal de empregos. No entanto, quando você está se candidatando a novos cargos, muitas empresas desejam um registro preciso de onde e quando você trabalhou, especialmente quando estão realizando verificações de antecedentes profissionais. Ao se inscrever para o seguro-desemprego, você precisará ter um histórico de trabalho mais recente como parte do processo.

Como saber quanto tempo tenho de carteira assinada?

Se você não se lembra dos detalhes, e muitas pessoas não, você pode recriá-los com informações da Previdência Social, da Receita Federal, de empregadores anteriores e órgãos estaduais. É importante fornecer aos potenciais empregadores informações precisas. Não adivinhe onde você trabalhou e quando, porque, se você estiver errado, os empregadores vão querer saber por quê.

Se as datas não corresponderem ao que o empregador descobrir sobre você quando verificar seu histórico de empregos, isso será um sinal de alerta e poderá prejudicar suas chances de ser contratado.

A forma mais fácil de ver o tempo de carteira assinada é usando o simulador de Tempo de Contribuição do INSS ou vendo as informações da sua carteira de trabalho, somando o tempo que você tem com ela assinada.

Tempo de trabalho

Usando sua carteira de trabalho e algumas informações a mais, dá pra saber quanto tempo de trabalho uma pessoa já tem. (Foto: Business)

Como encontrar seu histórico de empregos, incluindo os sem carteira assinada?

O que você pode fazer quando não se lembra das datas exatas de seu emprego? Isso levará algum tempo, mas você mesmo pode recriar seu histórico de empregos sem nenhum custo. Mesmo que você possa ser tentado por anúncios de empresas dizendo que o farão mediante o pagamento de uma taxa, você não precisa pagar uma empresa para obter as informações para você.

Use suas declarações fiscais

Se você salvou cópias de suas declarações de impostos, também deve ter cópias de seus formulários. Isso fornecerá informações sobre as empresas para as quais trabalho e você poderá estimar as datas de emprego.

Verifique com os empregadores anteriores

Você também pode reconstruir seu histórico de empregos entrando em contato com o departamento de recursos humanos de qualquer um de seus ex-empregadores, se não tiver certeza sobre as datas de início e término do emprego. Informe-os de que gostaria de confirmar as datas exatas de emprego que eles têm no registro.

Qual colocar seu histórico de empregos em um currículo?

Os candidatos a emprego geralmente incluem histórico de trabalho na seção “Experiência” ou “Emprego relacionado” de um currículo:

Nesta seção, liste as empresas para as quais você trabalhou, seus cargos e as datas de emprego.

Um elemento adicional ao histórico de trabalho do seu currículo é uma lista (geralmente uma lista com marcadores) de suas realizações e responsabilidades em cada trabalho.

Você não precisa (e não deve) incluir todas as experiências de trabalho em sua seção “Experiência”. Foco em empregos, estágios e até mesmo em trabalho voluntário relacionado ao trabalho em questão.

Uma dica útil é certificar-se de que qualquer histórico de trabalho incluído em seus formulários de inscrição corresponda ao que consta em seu currículo e perfil do LinkedIn. Certifique-se de que não haja inconsistências que possam levantar uma bandeira vermelha para os empregadores.

Como acompanhar seu histórico de empregos?

Para referência futura, uma maneira fácil de controlar seu histórico pessoal de empregos é manter seu currículo e perfil do LinkedIn atualizados.

Adicione as novas informações sempre que mudar de emprego, receber uma promoção, adicionar novas responsabilidades, registrar uma realização significativa ou receber qualquer prêmio. Dessa forma, você terá uma cópia atualizada do seu histórico de trabalho para quando precisar.

Mesmo se você não incluir todos esses empregos em seu currículo (e não precisa), salve uma cópia mestre que inclua seu trabalho e histórico educacional em sua totalidade. Isso tornará muito mais fácil fornecer as informações que os empregadores exigem em seu currículo e em formulários de emprego.

Criar e atualizar um perfil detalhado do LinkedIn é outra maneira excelente de manter a documentação atualizada de seu histórico de empregos, formação educacional e realizações.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)