A Guia da Previdência Social deve ser usada por aqueles que desejam contribuir para a Previdência à parte ou os que querem contribuir para complementar suas rendas. O problema geralmente se encontra no preenchimento da Guia, que deixa muitas pessoas cheias de dúvidas. Para ajudar quem não sabe como preencher a GPS, fizemos abaixo um guia completo com todas as informações que devem ser preenchidas.

O que é e para quê serve a GPS – Guia da Previdência Social?

Só reforçando o que já falamos, a Guia da Previdência Social é um formulário para preenchimento do cidadão brasileiro que é um empregado doméstico, desempregado, donas de casa, autônomos, ou empregados que queiram complementar a contribuição para a Previdência Social. A partir desse preenchimento e o pagamento da Guia, o cidadão pode passar a usufruir de benefícios da Previdência de acordo com o valor da contribuição, tais como aposentadoria por invalidez, aposentadoria, auxílio doença, entre outros.

Como funciona a Guia da Previdência Social – GPS?

Chama-se contribuinte facultativo aquele que se utiliza da GPS para o pagamento de sua contribuição para a Previdência ou aqueles que não trabalham de carteira assinada e efetuam um pagamento mensal ou trimestral com a GPS. A GPS pode ser preenchida pela internet, no site da Previdência Social, e impressa para o pagamento, ou comprada na forma de carnê em uma papelaria qualquer.

Guia GPS

Aprenda a preencher a GPS para garantir os direitos previdenciários e o pagamento correto. (Foto: Contabilidade em Carapicuíba | Contabilidade Zélia Moreira)

Informações necessárias para preencher a GPS

Antes de começar a preencher a GPS, você precisa ter em mãos os seguintes documentos e informações:

Nome do contribuinte, telefone e endereço

Data de Vencimento

Código de pagamento

Competência (mês/ano de referência do recolhimento no formato numérico MM/AAAA)

Identificador: número do NIT/PIS/PASEP do contribuinte (carteira de trabalho)

Valor devido ao INSS pelo contribuinte

Total: Valor total a ser recolhido ao INSS

OBS.: Prazos, códigos, e cálculos de porcentagens e multas podem ser obtidos diretamente no site da Previdência Social.

Como preencher a Guia da Previdência Social GPS pela internet?

O primeiro passo deve ser acessar o site da Previdência Social. Estão disponíveis 3 módulos de contribuintes:

Contribuintes Filiados antes de 29/11/1999: Permite efetuar o cálculo de contribuições em atraso, do contribuinte autônomo, empregado doméstico, empresário, facultativo e do segurado especial, filiados até 28/11/1999.

Contribuintes Filiados a partir de 29/11/1999: permite efetuar o cálculo de contribuições em atraso do contribuinte individual, doméstico, facultativo e do segurado especial, filiados a partir de 29/11/1999, inclusive.

Empresas e Equiparadas e Órgãos Públicos: permite efetuar o cálculo de contribuições em atraso, de empresas/equiparadas e órgãos públicos.

Escolha o que se encaixa no seu perfil e clique para começar o preenchimento.

Digite então o NIT/PIS/PASEP da carteira de trabalho do contribuinte e informe o conteúdo da imagem gerada pelo site, clicando em confirmar para entrar no modo para preenchimento da GPS.

Uma nova página vai carregar e você deverá informar o mês de contribuição no campo Competência.

No campo Salário de Contribuição, deve ser informada a renda mensal para o cálculo do valor que será pago.

Uma nova página é carregada com o carnê do mês. Basta então imprimir a página ou usar o código de barras para pagar o boleto em um internet banking, agências bancárias, lotéricas ou qualquer local onde seja autorizado.

Como preencher a Guia da Previdência Social GPS pelo carnê?

Compre uma guia GPS em uma papelaria qualquer e leia atentamente os campos antes de começar a escrever. Você vai precisar adicionar as seguintes informações:

Nome do contribuinte

Telefone

Endereço residencial completo

Data de vencimento da GPS, disponível no site da Previdência

Código de pagamento, também disponível no site da Previdência

Competência (mês/ano de referência do recolhimento no formato numérico MM/AAAA)

Identificador, que é o número do NIT/PIS/PASEP do contribuinte (carteira de trabalho)

Valor devido ao INSS pelo contribuinte

Total:: valor total a ser recolhido ao INSS

São preenchidas duas vias do carnê, sendo uma delas carbonada. A primeira fica com o local que receber o pagamento, e a segunda fica com você (a carbonada), como um comprovante de pagamento da guia. Guarde com cuidado.

E o preenchimento da GPS trimestral?

É possível fazer a contribuição para a Previdência através da GPS trimestralmente ao invés de mensalmente,, caso você esteja contribuindo com base de cálculo sobre o valor do salário mínimo vigente. Para isso, é preciso somar o total das contribuições mensais agrupadas por trimestre, da seguinte maneira:

1º trimestre: janeiro, fevereiro e março (competência março)

2º trimestre: abril, maio e junho (competência junho)

3º trimestre: julho, agosto e setembro (competência setembro)

4º trimestre: outubro, novembro e dezembro (dezembro)

Competência é o mês onde será paga a GPS, com vencimento até o dia 15 ao do trimestre encerrado. Caso o dia 15 caia em um final de semana ou feriado, o pagamento pode ser realizado no dia útil seguinte.

Como pagar a GPS?

Paga pagar a Guia da Previdência Social, você pode se utilizar do aplicativo de um banco com o leitor de código de barras, ir até um caixa eletrônico, lotéricas, agências bancárias, e outros locais autorizados. É possível também colocar a GPS em débito automático, caso prefira.

Ficou alguma dúvida? Deixem suas perguntas nos comentários para que possamos ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)