O que é assédio moral no trabalho? Exemplos e tipos!

Em Comportamento profissional por André M. Coelho

Em pesquisas recentes, mais da metade dos entrevistados haviam sido intimidados por assédio moral no local de trabalho. Claramente, o assédio moral no local de trabalho permanece um problema que as empresas devem combater a frente.

Este artigo sobre o assédio moral no local de trabalho explorará os tipos comuns de assédio morao, e o que as empresas podem fazer para evitá-lo de ocorrer entre seus funcionários.

O que é assédio moral no trabalho?

O assédio moral  no local de trabalho é definido como comportamento inadequado repetido que prejudica seu direito à dignidade no trabalho, assumindo a forma de assédio moral verbal, físico e / ou cibernético.

Em outras palavras, uma pessoa é afetada pelo assédio moral no local de trabalho se tiverem experimentado qualquer forma de comportamento inadequado repetido durante o tempo no trabalho, por qualquer membro do pessoal.

O assédio moral no local de trabalho pode afetar um indivíduo de várias maneiras, incluindo sentimentos de exclusão ou intimidação, perda de reputação, além de lidar com linguagem agressiva ou tarefas não possíveis para esse indivíduo.

Vamos explicar alguns dos tipos de assédio moral no ambiente profissional.

Assédio moral no trabalho

O assédio moral no ambiente de trabalho pode destruir indivíduos, e acabar com sua empresa. (Imagem: divulgação)

Tipos e exemplos de assédio moral no trabalho

Entender diferentes tipos de assédio moral te ajudará a reunir provas contra os assediadores e provar a situação.

1. Exclusão e isolamento

Um dos tipos mais comuns de assédio moral no local de trabalho é a exclusão social ou isolamento de um indivíduo por outro (s) membro (s) do pessoal.

Seja sendo conduzido por excluir verbalmente alguém dentro de um local de trabalho, isolando-os fisicamente ou excluí-los através de canais de cyber assédio moral e social, esse tipo de assédio moral pode impactar negativamente o local de trabalho.

Um indivíduo que se sente excluído do local de trabalho pode se sentir insatisfeito com o trabalho, reduzir seu compromisso com o local de trabalho, ou mesmo começar a experimentar a insegurança no emprego, devido à sua consciência de não se encaixar com o resto de um local de trabalho.

2. Intimidação

Outro tipo comum de assédio moral é a intimidação de um indivíduo. Mais uma vez, independentemente de isso ser intimidação verbal, física ou cibernética, isso pode impactar negativamente um colega.

A intimidação pode ser o resultado de um gerente que infligindo tarefas impossíveis em um subordinado e posteriormente punindo-os por não completar essas tarefas. A intimidação também pode se mover do fundo para cima, pois os colegas podem intimidar um gerente, evitando tarefas que devem ser sua responsabilidade.

A intimidação pode afetar o bem-estar emocional e mental de uma pessoa, pois eles começam a se sentir inseguros ou assustados dentro de seu local de trabalho. Isso, em última análise, afetará seu desempenho e, por sua vez, impactará negativamente em uma empresa e sua produtividade.

3. Dano da reputação

Seja resultante de fofocas simples, ou mesmo em retaliação a um comportamento impróprio consistente, o dano da reputação é um resultado comum do assédio moral no local de trabalho.

Uma cultura no local de trabalho que continua a facilitar a fofoca e o rumor se espalhando sobre indivíduos será prejudicial para o sucesso de um negócio. Os indivíduos podem se tornar improdutivos e menos comprometidos com o trabalho, enquanto os negócios riscam a perda de talentos devido a esse tipo de assédio moral malicioso.

4. Linguagem agressiva ou obscena

Outra forma comum de assédio moral no local de trabalho pode envolver o uso de linguagem agressiva, alimentando-se em uma pessoa intimidada ou isolada de outros trabalhadores. Seja racial ou sexualmente motivada, a linguagem obscena também pode ser usada como um mecanismo de bullying para intimar, isolar ou ameaçar um colega.

Por que um negócio deve combater assédio moral no trabalho?

O assédio moral no local de trabalho pode afetar negativamente um negócio de várias maneiras. A exclusão ou o isolamento de uma pessoa pode afetar a produtividade de um negócio, pois a comunicação da equipe pode ser divulgada como resultado. Isso é particularmente verdadeiro para as PME, que podem ter pequenas equipes que dependam umas das outras para trabalhar sem problemas e eficientemente juntos.

A intimidação dos colegas pode se tornar tão grande que um indivíduo pode começar a se sentir inseguro dentro de seu trabalho e começar a questionar seu lugar dentro de uma organização. Isso pode ter um impacto negativo em uma empresa, pois poderia resultar em uma perda de talento, bem como a diversidade adquirida através do recrutamento de diferentes indivíduos.

O assédio moral no local de trabalho, finalmente, resulta em um aumento no estresse para o indivíduo intimidado. Isso pode resultar em um aumento do absenteísmo, impactando negativamente o desempenho de um negócio.

Finalmente, se um negócio foi encontrado para ter recusado ou evitado censurar um assediador no local de trabalho, isso poderia resultar em perda de reputação entre seus públicos internos e externos e partes interessadas.

Como pode um negócio lidar com o assédio moral do local de trabalho?

As organizações continuam a aumentar a conscientização sobre o assédio moral do local de trabalho, usando iniciativas como um caráter japonês de anime para garantir que os locais de trabalho entendam os valentões de impacto negativos, e o que eles podem fazer para enfrentá-los. Infelizmente, essas iniciativas dedicadas ainda estão emergir na Irlanda.

Se uma empresa está ciente do assédio moral ocorrendo entre colegas e / ou gerenciamento, é importante que esse negócio ate rápido para encontrar a fonte do problema e lidar com essa fonte de forma eficaz.

É responsabilidade de um empregador assegurar a saúde, o bem-estar e a segurança de seus funcionários e sejam protegidos e que eles impeçam qualquer assédio de um funcionário;

Garantir que a comunicação permaneça aberta com toda a equipe pode ajudar a curvar o assédio moral. Isso ajudará a estabelecer quem é a verdadeira fonte desse assédio moral, facilitando o confronto do agressor. Garantir que a comunicação permaneça aberta a todos os colegas também tornará mais fácil para um membro da equipe sentir que eles podem falar com um gerente se o assédio moral causará impacto sobre eles.

Em última análise, um negócio deve garantir que eles estejam dispostos a enfrentar um valentão no local de trabalho, independentemente de quem é esse indivíduo para uma empresa. Ao tomar o assédio moral a sério, os locais de trabalho podem garantir que eles protejam os direitos de seus trabalhadores e a produtividade, desempenho e reputação de sua organização.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André é pós-graduado em pedagogia empresarial, especializando na padronização de processos. Possui mais de 300 horas em cursos relacionados à administração de empresas, empreendedorismo, finanças, e legislação. Atuando também como consultor e educador empresarial, André escreve sobre Recursos Humanos desde 2012.

Deixe um comentário