O vínculo empregatício é um comprovante que nem sempre é fácil de se obter hoje em dia. Porém, existem diversos documentos que podem ser usados para comprovar o vínculo empregatício e assim, garantir a assinatura de um contrato, uma comprovação de renda, ou outras questões importantes. Vamos falar sobre as principais formas de comprovação de vínculo de emprego.

Comprovação de trabalho pelo holerite ou carteira de trabalho assinada

Os recibos ou holerites de pagamento mostram o nome completo do indivíduo, o nome do empregador e as informações de contato. Os recibos de pagamento também mostram quanto a receita bruta um candidato obtém e com que frequência recebe salários. Por exemplo, os recibos de pagamento verificarão a renda, bem como seus ganhos por salário, incluindo horas extras ou bônus.

Os recibos de pagamento são a prova de renda mais confiável e devem ser solicitados junto com uma fonte secundária de verificação de renda ao rastrear os candidatos. Trabalhadores independentes e contratados independentes terão que mostrar outros documentos que comprovem sua renda, como declarações de impostos e extratos bancários.

A carteira de trabalho assinada também pode ser uma boa opção de comprovação de vínculo empregatício. Na verdade, é a melhor opção. Mas sabendo que muitos trabalhadores não tem emprego formal de carteira assinada, ainda há outras formas de comprovar o vínculo de emprego.

Vínculos empregatícios pelo imposto de renda

As declarações fiscais podem ser um documento de apoio para comprovar o vínculo de emprego ou um documento principal para candidatos autônomos, como um contratado independente ou um empresário. No entanto, é melhor obter declarações de impostos, além de recibos de pagamento ou extratos bancários. Você normalmente vai precisar dos dois últimos anos de declarações fiscais para verificar que há uma receita estável e que comprova que a pessoa tem algum tipo de vínculo de emprego.

Extratos bancários para comprovar vínculo de emprego

Dois extratos bancários mensais mais recentes de uma pessoa é uma ótima maneira de obter documentos comprovativos para uso com recibos de pagamento para verificar o vínculo de emprego de alguém, principalmente se a pessoa tem uma conta salário. As declarações também podem ser usadas como prova secundária de vínculo se o candidato for autônomo.

Os extratos bancários têm vários benefícios exclusivos para verificar o vínculo, incluindo a capacidade de ver todo o histórico bancário de salários e recebimentos.

Os extratos bancários também podem ser usados ​​para verificar outras fontes de receita, como se a pessoa possui um emprego de meio período ou uma renda adicional que não seja refletida nos holerites de pagamento.

Vínculo empregatício

Use o documento certo para comprovar seu vínculo de emprego para diversas utilidades. (Foto: Employment)

Carta de vínculo empregatício

Uma carta do empregador comprovando o vínculo empregatício é uma peça importante da documentação, pois pode servir como prova de renda e como carta de referência. No entanto, não deve vir sozinha. Ela deve ser enviada junto com um ou mais outros documentos de comprovante de renda, de preferência recibos/holerites de pagamento ou declarações do imposto de renda se for autônomo.

A carta do empregador deve descrever quanto o candidato ganha e com que frequência é pago. Deve ser preparada em papel timbrado da empresa que inclua o nome da empresa, endereço, número de telefone, CNPJ e pessoa de contato. Também deve indicar há quanto tempo a pessoa está na empresa e sua posição atual.

Demonstrações de lucros e perdas

Uma demonstração de resultados é um documento comumente usado para proprietários de pequenas empresas. Ele pode ser usado para mostrar a prova de renda ou de vínculo de emprego de uma pessoa por conta própria, pois mostra os ganhos e as despesas de seus negócios. Uma declaração de lucros e perdas não deve ser aceita sozinha, mas deve ser usada como um documento de apoio com extratos bancários ou declarações fiscais.

Declarações de Benefícios de Seguridade Social

Uma declaração do Seguro Social mostra os registros de ganhos do solicitante do Seguro Social ou incapacidade. É usado com mais frequência pelos aposentados para mostrar comprovante de renda e lista o valor do benefício de aposentadoria que o requerente recebe ou receberá. Essa é uma alternativa aceitável para comprovar pelo menos uma fonte de renda sem vínculo de emprego.

Uma declaração do Seguro Social geralmente é usada para verificar a renda dos aposentados. É melhor quando usada como um documento de apoio, juntamente com as declarações fiscais ou extratos bancários do requerente. Como a previdência social ou a renda por invalidez podem ser baixas, é importante consultar os extratos bancários para verificar se os valores estão mesmo sendo recebidos.

Um vínculo de emprego pode ser necessário para provar que você tem uma fonte de renda estável. Isso é feito quando você envia documentos comprovativos de sua renda e seu emprego. Esses documentos são verificados para evitar fraudes e para analisar melhor suas finanças, o que ajuda a determinar sua adequação para certas situações, como aluguéis ou empréstimos.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas dúvidas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)