13 dinâmicas de grupo divertidas

Escrito na categoria "Comportamento profissional" por André M. Coelho.

Atividades e dinâmicas de construção da equipe supostamente não são só educacionais, como também agradáveis. Eles ajudam a equipe a aprender um sobre o outro – como cada pessoa pensa, funciona, resolve problemas e se diverte. Se você quer fazer alguns novos disjuntores de coto de orientação ou apenas vincular sua equipe mais perto, há maneiras inventivas de fazer isso.

Para incentivar sua equipe a aprender uns dos outros sem ouvir um coro de reclamações, abaixo estão 13 dinâmicas de grupo divertidas e que sua equipe vai querer jogar de novo e de novo. E o melhor de tudo é que eles podem ser adaptados para dinâmicas de equipes em trabalho remoto.

Jogos de construção de equipe rápida

Dinâmica de possibilidades de integração divertida

Tempo: 5-6 minutos

Número de participantes: um ou vários grupos pequenos

Ferramentas necessárias: quaisquer objetos aleatórios

Regras: Este é um ótimo jogo de construção de 5 minutos. Dê um objeto a uma pessoa em cada grupo. Um de cada vez, alguém tem que subir na frente do grupo e demonstrar um uso para esse objeto. O resto da equipe deve adivinhar o que o jogador está demonstrando. O demonstrador não pode falar, e as manifestações devem ser originais, possivelmente malucas.

Objetivo: Este exercício de construção da equipe inspira criatividade e inovação individual.

Dinâmica do cafezinho com grupo grande

Tempo: 5-10 minutos

Número de participantes: qualquer

Ferramentas necessárias: questionário e e-mail

Regras: o cafezinho é perfeito para a construção da equipe virtual. Cada semana, os membros da equipe podem responder a perguntas sobre vários tópicos (cultura pop, história, ciência, etc.), em seguida, enviar suas respostas para ganhar seu lugar em uma tabela de classificação semanal. Quando os resultados se encaixam, descobrir quem entre seus colegas é uma parte da brincadeira, quem deu as respostas mais engraçadas, e qual foi a pontuação média do seu time. As equipes podem acessar esta experiência virtual divertida através de uma explosão semanal de e-mail ou um app de mensagens da empresa.

Objetivo: cansado de discutir os mesmos três tópicos chatos com seus colegas de trabalho a cada semana?  O cafezinho corta a conversa mundana e injeta alguma concorrência amigável e conversa no seu canal de equipe.

Dinâmica animada de vencedor / perdedor

Tempo: 5-6 minutos

Número de participantes: duas ou mais pessoas

Ferramentas necessárias: nenhuma

Regras: parceiro A partilha algo negativo que aconteceu em sua vida com o parceiro B. Pode ser uma memória pessoal ou relacionada ao trabalho, mas tem que ser verdadeira. Em seguida, parceiro A discute a mesma experiência novamente, mas se concentra apenas nos aspectos positivos. O parceiro B ajuda a explorar o fio de prata da má experiência. Depois, eles trocam papéis.

Objetivo: os participantes descobrem como replicar situações negativas em experiências de aprendizagem juntos.

Atividades de grupo para empresas

Atividades de grupo são ótimos para construir times e criar um ambiente profissional muito mais eficiente. (Imagem: FluentU)

Dinâmica fácil de mistura de propósitos

Tempo: 1 – 2 minutos

Número de participantes: qualquer

Ferramentas necessárias: nenhuma

Regras: esta é para aqueles que estão procurando um grande jogo de construção de equipe interior que não aceita muito tempo. Antes de uma reunião, tenha cada indivíduo passear e compartilhe o que eles esperam contribuir para a reunião com tantas pessoas quanto possível. Se você quiser, ofereça um prêmio para a pessoa que compartilha com a maioria das pessoas, e outra para a pessoa que contribui com sucesso o que eles compartilhavam.

Objetivo: melhora a produtividade da reunião e faz com que os participantes pensem em como vão contribuir, em vez do que esperam sair da reunião.

Dinâmica de grupo de caça ao tesouro

Tempo:> 1 hora

Número de participantes: dois ou mais pequenos grupos

Ferramentas necessárias: caneta e papel

Regras: quebre o grupo em equipas de dois ou mais. Faça uma lista de tarefas engraçadas para cada equipe fazer como um grupo. As tarefas podem incluir a tomada de um selfie com um estranho, tirando uma foto de um edifício ou objeto ao redor do escritório, etc. Dê a lista a cada equipe, juntamente com um prazo para concluir todas as tarefas. Quem completa a mais tarefa mais rápida, vence! Você pode até criar seu próprio sistema de ponto de acordo com a dificuldade da tarefa, se quiser!

Objetivo: excelente exercício de ligação de equipe que ajuda a romper os cliques de escritório, incentivando as pessoas a trabalhar com colegas de outras equipes, departamentos ou apenas círculos sociais.

Dinâmica do Nó Humano

Tempo: 15 – 30 minutos

Número de participantes: 8 – 20 pessoas

Ferramentas necessárias: Nenhum

Regras: todos se mantenham em um círculo voltado para o outro, ombro ao ombro. Instrua todos a colocarem a mão direita e pegam uma mão aleatória de alguém através deles. Então, diga-lhes para colocar a mão esquerda e pegam outra mão aleatória de uma pessoa diferente do outro lado do círculo. Dentro de um limite de tempo definido, o grupo precisa desvendar o nó dos braços sem liberar as mãos. Se o grupo for muito grande, faça vários círculos menores e ter os grupos separados competirem.

Objetivo: este jogo para a construção da equipe depende muito de boa comunicação e trabalho em equipe. Também resulta em muitas grandes histórias para o bate-papo de água no local de trabalho.

Dinâmica do quadrado perfeito

Tempo: 15 – 30 minutos

Número de participantes: 5 – 20 pessoas

Ferramentas necessárias: longo pedaço de corda amarrado juntos e uma venda para cada pessoa

Regras: seus colegas de trabalho estão em um círculo segurando um pedaço da corda. Em seguida, instrua a todos a colocar em suas vendas e colocar a corda no chão. Tenha todo mundo subir a uma curta distância do círculo. Em seguida, peça a todos que voltem e tente formar um quadrado com a corda sem remover suas vendas. Defina um limite de tempo para torná-lo mais competitivo. Para tornar ainda mais difícil, instruir alguns membros da equipe a ficar em silêncio.

Objetivo: concentra-se em fortes habilidades de comunicação e liderança. Ao instruir alguns membros da equipe a ficar em silêncio, este jogo também requer um elemento de confiança em toda a equipe, permitindo que os membros da equipe se guiem na direção certa.

Dinâmica do campo minado

Tempo: 15 – 30 minutos

Número de participantes: 4 – 10 pessoas (números pares)

Ferramentas necessárias: vários objetos portáteis, várias vendas

Regras: encontre um espaço aberto, como um estacionamento vazio ou um parque. Coloque os objetos (cones, bolas, garrafas, etc.) esporadicamente através do espaço aberto. Todos se emparelhem e façam uma pessoa de cada par colocar na venda. A outra pessoa deve liderar seu companheiro de equipe de um lado do espaço aberto para o outro sem pisar nos objetos – usando apenas as instruções verbais. A pessoa de olhos vendada não pode falar de todo. Para tornar mais difícil, criar rotas específicas que os membros da equipe de olhos vendados devem andar.

Objetivo: este jogo se concentra na confiança, comunicação e escuta eficaz. Esta atividade faz um ótimo jogo de praia de construção de equipe também.

Dinâmica da queda do ovo

Tempo: 1 – 2 horas

Número de participantes: dois ou mais pequenos grupos

Ferramentas necessárias: suprimentos de escritório variados

Regras: divida todos em grupos de três a cinco pessoas e dar a cada grupo um ovo não cozido. Coloque todos os suprimentos de escritório em uma pilha. Eles têm 15 a 30 minutos para usar os suprimentos para construir uma engenhoca em torno do ovo que manterá o ovo de quebrar quando cair. Algumas sugestões para suprimentos são: fita, lápis, canudos, utensílios de plástico, material de embalagem, jornais, bandas de borracha. Uma vez que o tempo acabar, largue cada engenhoca do ovo do segundo ou terceiro andar do seu prédio e ver quais ovos sobrevivem ao apocalipse dos ovos.

Objetivo: este clássico jogo de construção de equipe é um exercício envolvente (e confuso). Ele usa trabalho em equipe e resolução de problemas para os membros da equipe de obrigações. Quanto mais pessoas melhor, então isso faz para um jogo de construção de equipe corporativa divertido e eficiente. Certifique-se de ter um suprimento extra de ovos no caso de alguma pausa durante o processo de construção.

O quebra-cabeça de troca

Tempo: 1 – 2 horas

Número de participantes: quatro ou mais pequenos grupos

Ferramentas necessárias: diferentes quebra-cabeças para cada grupo

Regras: Todos se dividam em pequenos grupos de tamanho igual. Dê a cada grupo um quebra-cabeça diferente com o mesmo nível de dificuldade. O objetivo é ver qual grupo pode completar seu quebra-cabeça o mais rápido. Contudo! Algumas peças serão misturadas em quebra-cabeças de outros grupos. Cabe à equipe criar uma maneira de recuperar essas peças – seja através de negociação, trocando os membros da equipe, etc. O que quer que eles decidam, eles devem decidir como um grupo.

Objetivo: esta atividade dependerá fortemente de resolver problemas e habilidades de liderança. Alguns membros da equipe podem se destacar e alguns podem voltar, mas é importante lembrar que toda a equipe deve chegar a um consenso antes que uma decisão seja feita.

Dinâmica de verdades e mentiras

Tempo: 10 – 15 minutos

Número de participantes: cinco ou mais pessoas

Ferramentas necessárias: nenhum

Regras: sente-se a todos em um círculo voltado para o outro. Peça a cada pessoa que surja três fatos sobre si mesmos e uma mentira. A mentira deve ser realista em vez de extravagante. Vá ao redor do círculo e tenha cada pessoa declare os três fatos e uma mentira em ordem aleatória, sem revelar qual é a mentira. Depois que alguém compartilha, os outros devem adivinhar qual é a mentira.

Objetivo: este é um ótimo jogo de breaker de gelo, especialmente para novas equipes. Ajuda a eliminar julgamentos de colegas e dá introvertidos uma oportunidade igual para compartilhar alguns fatos sobre si mesmos.

Dinâmica do desenho cego

Tempo: 10 – 15 minutos

Número de participantes: duas ou mais pessoas

Ferramentas necessárias: uma imagem, caneta e papel

Regras: divida todos em grupos de dois. Tenha os dois indivíduos sentados de volta. Dê uma pessoa a caneta e papel e a outra pessoa a foto. A pessoa com a foto descreve a foto para o companheiro de equipe sem realmente dizer o que é. Por exemplo, se a imagem é um verme em uma maçã, não diga: “Desenhe uma maçã com um verme nele”. A pessoa com a caneta e papel atrai o que acham que a imagem descreve, com base na descrição verbal. Defina um limite de tempo por 10 a 15 minutos.

Objetivo: esta é uma atividade que se concentra na interpretação e na comunicação. Uma vez terminado o desenho, é sempre interessante ver como a gaveta interpreta a descrição do parceiro.

Dinâmica do isso é melhor que aquilo

Tempo: 15 – 20 minutos

Número de participantes: qualquer

Ferramentas necessárias: quatro ou mais objetos

Regras: escolha quatro ou mais objetos que são diferentes (ou os mesmos objetos que parecem diferentes). Dividir todos os seus participantes em equipes. Descreva um cenário onde cada equipe tem que resolver um problema usando apenas esses objetos. Isso pode ser qualquer coisa de “você está preso em uma ilha deserta” para “você está salvando o mundo do Godzilla!” Peça a cada equipe que classifique os objetos com base em sua utilidade nesse cenário específico, junto com seu raciocínio.

Objetivo: este exercício inspira a criatividade da equipe na resolução de problemas. A ideia é para não fazer os cenários muito fáceis, então se torna óbvio quais objetos são mais úteis.

Qualquer divertido jogos de construção de equipe que você gosta disso não está nesta lista? Compartilhe-os nos comentários!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André é pós-graduado em pedagogia empresarial, especializando na padronização de processos. Possui mais de 300 horas em cursos relacionados à administração de empresas, empreendedorismo, finanças, e legislação. Atuando também como consultor e educador empresarial, André escreve sobre Recursos Humanos desde 2012.

Deixe um comentário