Solicitar uma demissão pode ser complicado porque existe o risco de irritar a empresa e colocar em risco sua reputação profissional. No entanto, se executado corretamente, pode resultar em uma solução mutuamente benéfica para você e para a empresa. É importante se concentrar em como a demissão irá beneficiar a empresa para evitar ser demitido sob uma luz negativa, mesmo que seja em comum acordo.

Vamos considerar os elementos principais de uma negociação de demissão e como fazer o acordo de acordo com a legislação vigente.

Como pedir demissão do trabalho: os benefícios para a empresa

Para uma empresa que enfrenta cortes orçamentários, ou que precisa reduzir sua folha de pagamento por meio de demissões, ter alguém voluntário para ser demitido pode ser um benefício real. Se demissões iminentes são de conhecimento comum, este é um ângulo ideal a ser seguido quando se pede para ser demitido. Se você não está atualmente no bloco dos funcionários a serem demitidos, você pode facilitar um pouco o trabalho da gerência, abordando seu supervisor e solicitando uma dispensa por conta própria. Explique como sua demissão beneficiará a empresa, evitando que ela tenha que demitir um funcionário diferente que queira manter seu emprego.

Como pedir demissão ao chefe: a carga de trabalho

Para ser considerado para uma dispensa, você precisa demonstrar que sua ausência não vai prejudicar a empresa. Se você se encontra com uma carga de trabalho mínima, ou sabe que suas funções podem ser tratadas por outro funcionário ou departamento, isso pode ajudar a vender a ideia de uma dispensa voluntária. Uma empresa não vai despedir alguém cuja carga de trabalho é necessária. Portanto, você precisa criar um plano facilmente executado para distribuir suas tarefas e responsabilidades atuais.

Pedido de demissão

Peça demissão da maneira correta para manter sua imagem profissional intacta. (Foto: CBS News)

Como pedir demissão do emprego: delegando os trabalhos

Outra maneira de abordar seu empregador com um pedido a ser dispensado é demonstrar como ele pode economizar dinheiro delegando as tarefas de sua posição ou até terceirizando-a por completo. Por exemplo, se você trabalha em marketing, pode ser mais econômico para a empresa usar uma agência de marketing externa. Se você está em tecnologia, um profissional de tecnologia freelancer também pode levar a economias de custo. Usando fornecedores terceirizados e freelancers significa que a empresa não terá de arcar com certas obrigações trabalhistas.

Como pedir as contas: as vantagens para ambos

A demissão não apenas ajuda o orçamento da empresa em termos de redução do orçamento de folha de pagamento, mas também na redução dos custos de benefícios. Um funcionário demitido significa que o funcionário não terá mais direito a benefícios de saúde por meio da empresa. Dependendo de quais coberturas de saúde você recebe e do que a empresa contribui para os benefícios de saúde dos funcionários, isso pode significar uma economia significativa para a empresa. Como funcionário, você precisará procurar benefícios médicos em outro local, como por meio de um cônjuge, o sistema público de saúde, ou um plano de saúde particular. Outros benefícios, como participação nos lucros, previdência privada, e bônus, você não terá mais recebimentos. No caso da previdência privada, você pode, geralmente, continuar nela fazendo contribuições por conta própria.

Posso pedir demissão a qualquer momento em acordo mútuo?

O ideal é fazer um acordo com seu empregador para ser demitido. Nesse caso, o trabalhador tem direito a receber:

Saque de até 80% do saldo do FGTS

Multa de 20% sobre o FGTS

Proporcional de 13º salário

Proporcional de férias e/ou férias vencidas

1/3 adicional de férias ou 1/3 proporcional de férias

Bônus e participação nos lucros proporcional ao período

O trabalhador que entrar em acordo com a empresa para a demissão perde o direito de receber o Seguro Desemprego.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)