A microbiologia tem ganho mais destaque no mundo científico, e muitos profissionais nesta área estão ganhando muito dinheiro, por ser uma área nova. Entender o curso e o que faz um microbiologista pode te ajudar a ter uma opção de carreira promissora. Vamos explicar em detalhes para que não fiquem dúvidas.

O que um microbiologista faz?

Um microbiologista pode trabalhar em muitos ambientes diferentes. Como microbiologista clínico em um ambiente de assistência médica, eles identificam patógenos que causam doenças e ajudam a proteger a comunidade da propagação da infecção. Alternativamente, esse papel pode funcionar em pesquisa e desenvolvimento para as indústrias farmacêutica e de alimentos, agricultura, meio ambiente, educação ou as indústrias emergentes de biotecnologia.

O tipo de trabalho variará dependendo da função do trabalho. No dia-a-dia, pode-se esperar que um microbiologista deva:

  • Monitorar, identificar e ajudar a controlar doenças infecciosas
  • Usar técnicas de biologia molecular para desenvolver e testar novos medicamentos e tratamentos para doenças
  • Investigar como os microrganismos produzem anticorpos, vacinas, hormônios e outros produtos da biotecnologia
  • Avaliar o uso de micróbios para produção de alimentos, proteção de culturas e fertilidade do solo
  • Monitorar a qualidade e a segurança de alimentos e produtos médicos manufaturados
  • Usar microrganismos para controlar a poluição e decompor substâncias tóxicas
  • Criar maneiras de descartar com segurança os resíduos

Esse trabalho geralmente pode incluir a apresentação dos resultados da pesquisa, a supervisão do trabalho da equipe de suporte e a execução de tarefas administrativas. Se estiver trabalhando como pesquisador e professor em uma universidade ou hospital de ensino, esse papel também poderá estar envolvido em tutoria, orientação e supervisão de alunos.

Microbiólogo

Um microbiólogo pode trabalhar na indústria e como um cientista, explorando muito do universo micro. (Foto: New Scientist Jobs)

Existe curso de microbiologia?

A maioria dos novos microbiologistas é formada em um assunto relevante, como microbiologia, biologia ou outra ciência biológica, com forte foco na microbiologia. Alguns empregadores também podem preferir que você tenha uma qualificação de pós-graduação relevante e alguma experiência de trabalho.

Para se formar em microbiologia, você precisará de conhecimentos em ciências, inglês e matemática, além de conhecimentos em biologia e, de preferência, química. O curso pode ser inteiramente voltado para a microbiologia ou pode ser feita uma especialização na área.

Existe uma grande variedade de graduações de biociência, e vale a pena fazer algumas pesquisas para encontrar o que é certo para você. Algumas universidades oferecem um primeiro ano comum para vários graus. Isso significa que você pode estudar um pouco de biociência antes de decidir em qual área você gostaria de se especializar.

Muitos cursos incorporam pesquisas mais independentes e são projetados para levar diretamente a estudos de pós-graduação, como um mestrado ou um doutorado.

Carreira na microbiologia

Pode melhorar suas perspectivas de carreira se você tiver experiência profissional antes de se candidatar ao seu primeiro emprego. Você pode conseguir isso em um estágio como parte de um curso sanduíche ou organizando experiência de trabalho com empresas durante as férias. Uma universidade pode oferecer conselhos adicionais sobre oportunidades voluntárias.

Também pode ser possível entrar em microbiologia, subindo da posição de técnico de laboratório. Isso envolveria estudar meio período para um grau relevante.

Habilidades relacionadas:

  • Análise
  • Atenção aos detalhes
  • Comunicação
  • Tecnologia da informação
  • Liderança
  • Solução de problemas
  • Trabalho em equipe

Rota acadêmica:

Conhecimentos na área de ciências, inglês, matemática, biologia e preferencialmente química

Graduação ou pós graduação em microbiologia, biologia, química, e áreas semelhantes.

Como é o trabalho do microbiólogo?

A maior parte do seu trabalho será realizada em laboratório. Você geralmente usa roupas de proteção, como luvas, bata de laboratório e óculos de segurança para ajudar a evitar a contaminação. Pode haver alguma viagem envolvida no seu trabalho, por exemplo, para participar de reuniões e conferências científicas.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)